Canadá anuncia plano para que mais imigrantes com Francês se instalem fora do Quebec

 

O governo do Canadá anunciou uma nova iniciativa há alguns dias com o objetivo de ampliar a presença de imigrantes francófonos em todo o país.

O novo plano procura aumentar o número de novos residentes que dominam o francês e que se instalam em regiões do país que não sejam dentro do Quebec. O objetivo do governo canadense é que até o ano 2023, 4,4% de todos os imigrantes francófonos se instalam em regiões fora do Quebec.

“O governo federal está empenhado em ajudar, construir e apoiar as comunidades minoritárias francófonas em todo o Canadá, graças, em parte, à imigração francófona”, afirmou o ministro da Imigração, Ahmed Hussen , em um comunicado .

No total, o governo espera que até o ano 2036 mais de 275 mil novos imigrantes com francês sejam estabelecidos em regiões fora do Quebec. Os documentos apresentados pelas autoridades indicam que nos últimos anos houve uma queda na proporção de canadenses que possuem o  Francês como primeira língua em outras regiões além de Quebec.

 

Com esse desafio demográfico, Ottawa procura implementar medidas que incentivem o desenvolvimento de comunidades francófonas  de um lado para o outro.

O novo plano fará com que o governo federal trabalhe em conjunto com as províncias de forma a promover a imigração de língua francesa. Isso se concentra em três pontos principais : emprego, acessibilidade aos serviços em Francês e iniciativas para tornar essas comunidades mais inclusivas para os imigrantes francófonos.

Mais especificamente, as ações incluirão a promoção de oportunidades para imigrantes francófonos fora do Quebec, além de explicar as diferentes maneiras pelas quais essas pessoas têm que se instalar em outras regiões do país.

Eles também visam melhorar o interesse das empresas para os trabalhadores que lidam com o francês, bem como criar iniciativas de recrutamento.

A grande maioria desses imigrantes será instalada em New Brunswick,  que é a única província oficialmente bilingue no país. De acordo com as projeções do governo, em 2023, 33% dos imigrantes francófonos que chegam no Canadá (e não se estabelecem em Quebec) irão se instalar em Nova Brunswick, 5% em Ontário e 7% em Manitoba.

 

 

Confira o anuncio oficial aqui: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/corporate/publications-manuals/federal-provincial-territorial-action-plan-francophone-immigration.html