Canadá atinge um marco importante em sua dependência de Imigração

 

 

O Canadá tornou-se completamente dependentes de imigrantes para manter o crescimento do emprego. A afirmação pode ser encontrada no mais recente estudo de dados sobre emprego realizado pelo Statistics Canadá. .

 

Pela segunda vez na história, o número de imigrantes que possuem trabalho cresceu ao longo do último ano, enquanto o número de Canadense de nascimento com um trabalho encolheu.

 

Mas não dá para tirar conclusões como  “imigrantes estão roubando  empregos de Canadenses”, como o velho ditado xenófobo diz. Este parece ser o caso de envelhecimento de Canadenses fora do mercado trabalho, e os imigrantes mais jovens tomando seu lugar.

 

 

 

Screenshot-2016-06-23-18.48.07

 

Havia cerca de 93,300 menos empregos mantidos por Canadense em maio deste ano do que havia há um ano antes, de acordo com dados do Statistics Canada. Enquanto isso, o número de empregos ocupados pelos imigrantes deram um salto de mais de 261.000.

 

Mas os números mostram que a força de trabalho canadense – o conjunto disponível de trabalhadores no país – também está encolhendo, uma redução de 102.000 no ano passado. Como os “Canadians Baby Boomers” estão em idade de aposentadoria, a força de trabalho dos nascidos localmente não é grande o suficiente para substituí-los.

 

Ou como analistas da Bloomberg afirmaram, “O ponto de inflexão demográfica do Canadá chegou, e sem os imigrantes – que têm um perfil demográfico muito mais jovem – não haverá crescimento”.

 

 

Screenshot-2016-06-23-18.53.45

 

 

Há também uma outra razão para o forte crescimento do trabalho imigrante, que é o colapso no preço do petróleo. Como Alberta e outras regiões produtoras de petróleo sofrem com uma recessão, o crescimento do emprego está concentrado em Toronto e Vancouver, que têm populações de imigrantes mais elevados do que o resto do país.

 

Mas isso não quer dizer que os imigrantes são melhores no mercado de trabalho. Os dados também mostram que continuam a ter uma taxa de desemprego mais elevada – 7,8%, ante 7,1%  para os nascidos localmente.

 

Para os imigrantes que estiveram no Canadá há menos de cinco anos, a taxa de desemprego é muito maior. Ele foi de 11,6% em maio, e tem registrado quatro a sete pontos percentuais a mais do que a média canadense durante a última década, pelo menos.

 

 

Confira a pesquisa completa aqui:  http://www5.statcan.gc.ca/cansim/a26?lang=eng&retrLang=eng&id=2820107&&pattern=&stByVal=1&p1=1&p2=38&tabMode=dataTable&csid=

 

 

 

Fonte: http://www.huffingtonpost.ca/2016/06/22/canada-jobs-immigration-aging-workforce_n_10613658.html

 

 

Fale com a MJ Consultoria:  contato@mjconsultoria.com.br