CAQ quer cortar em 20% o numero de novos imigrantes no Quebec

“Nós temos que abrir nossos olhos. Temos um problema real “, disse François Legault

 

Para o Coalition Avenir Québec (CAQ)  o número de imigrantes que chegam na província é muito alto. Por conta disso, eles estão pedindo ao governo liberal para que possam reduzir em 20% o número de novos imigrantes.

 

O anúncio foi feito pelo seu líder, François Legault, durante uma conferência de imprensa após a reunião do seu partido e antes do início da sessão do outono da Assembleia Nacional.

 

Se o CAQ ganhar as eleições em 2018, para formar o governo, eles iriam permitir o acesso a 40.000 novos imigrantes por ano. O número atual é de 50.000.

 

“Vamos ser honestos: Quebec está aberto à imigração e deve continuar. No entanto, o processo de integração atual tem alguns problemas”, Legault disse em um comunicado enviado minutos após o anúncio. “Você tem que avaliar onde estão as falhas e corrigi-las antes de aumentar ainda mais o número de imigrantes a cada ano, tal como proposto por Philippe Couillard.”

 

De acordo com Legault, a taxa de desemprego de 18% dos imigrantes recentes é prova disso. Além disso, de acordo com os seus dados, existem 200.000 imigrantes em Quebec que não falam francês, o que  claramente representa um símbolo de falhas na integração.

 

Por isso, pede-se que se tome um enfoque “pragmático” e sincero  sobre imigração para os próximos anos. Essa é a abordagem que deve ser adotada.

 

O governo liberal anunciou a possibilidade de aumentar o número de imigrantes para 60.000, como forma de manter o crescimento da população. No entanto a ministra de Imigração, Kathleen Weil, disse que por enquanto o numero permanece  de 50 000 e, que conforme a  lei, tudo irá ser analisado ano a ano.

 

Assista na reportagem  abaixo:

 

 

 

Fale com a MJ Consultoria:

contato@mjconsultoria.com.br

 

Mais em:  Global News