Futuros imigrantes terão que passar por um teste dos valores do Quebec

O governo de Quebec concretizou uma de suas promessas eleitorais de 2018 e está ligada ao sistema de imigração da província.

A partir de 1º de janeiro do próximo ano, qualquer pessoa que queira se estabelecer em Quebec como residente permanente terá que passar por um “teste dos valores de Quebec”. A medida tem sido um ponto de crítica e debate.

O primeiro-ministro da província, François Legault, confirmou a medida que foi publicada no Diário Oficial.

Um ponto em que o governo da Coalizão Avenir Québec parece ter se rendido é quando esse teste será aplicado. A princípio, o governo da província queria que essa condição fosse aplicada ao final do processo, como último obstáculo antes de receber residência permanente.

No entanto, isso exigiu um acordo com o Governo Federal, responsável pela entrega dos documentos finais. Portanto, Quebec aplicará seu teste nos estágios iniciais do processo de imigração, que estão sob seu controle.

Os candidatos à imigração terão que passar neste teste como condição para receber o Certificado de Seleção de Quebec (CSQ). Lembre-se de que este documento representa a aceitação da província e é necessário acompanhar o processo no nível federal.

“É importante que alguém que queira vir ao Quebec saiba, por exemplo, que no Quebec as mulheres são iguais aos homens”, disse Legault em entrevista coletiva, segundo o jornal La Presse. “É normal que, quando nos instalamos em uma nova sociedade, conheçamos os valores dessa sociedade”.

A outra novidade deste teste é que os interessados ​​terão várias opções para passar nesta etapa.

Em vez de fazer o teste, por exemplo, os candidatos podem concluir um curso de 24 horas, que teria o mesmo valor que o teste.

Da mesma forma, se uma pessoa não obtiver 75% das respostas corretas necessárias para passar, poderá fazer o teste uma segunda vez. Se você não passar pela segunda vez, poderá refazer o teste novamente ou concluir o curso de 24 horas do Ministério da Imigração.

Este teste deve ser aprovado no prazo máximo de 60 dias após o envio de uma solicitação para obter um CSQ. Todos os membros de uma família com mais de 18 anos terão de apresentar e passar no teste, de acordo com as disposições apresentadas pelo governo da província.

Legault também eliminou qualquer menção a uma possível “expulsão” de pessoas que já estão no Quebec e não passaram no teste. Isso gerou muitas críticas e até o governo federal esclareceu que não era possível.

Os partidos de oposição no Quebec responderam à nova medida de várias maneiras. Para o Partido Liberal, essa é outra maneira do CAQ tentar reduzir o número de imigrantes que chegam a cada ano. Para o Parti Québécois, é justificável impor esse teste, mas eles consideram que o governo deve se concentrar na integração dos imigrantes e no aprendizado do francês.

No momento, não há detalhes sobre o tipo de perguntas que serão incluídas no teste, embora a Legault tenha dito que elas serão baseadas nos valores estabelecidos na Carta de Direitos e Liberdades da Pessoa.

Confira a último vídeo da Maria João comentando sobre essa e outras mudanças no programa PEQ

A MJ Consultoria auxilia você em todas as etapas do seu processo de estudos, trabalho ou imigração. Fale conosco: contato@mjconsultoria.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima