Novas leis de direção podem expulsar um recém-chegado se condenado por impaired driving no Canadá

 

A partir de 18 de dezembro, as leis sobre impaired driving (Termo usado no Canadá para descrever a ofensa criminal de uma pessoa que conduz um veículo  sob influência por álcool/ droga) terão mudanças significativas. O governo está alertando os recém-chegados ao Canadá – incluindo residentes temporários, residentes permanentes e requerentes de refugiados – de que uma condenação por impaired driving  pode levá-los a sair do país.

Na sequência da legalização da maconha, o governo Canadense está apertando o cerco e  levando o impaired driving mais a sério do que nunca. Eles aumentaram a penalidade máxima  de 5 para 10 anos, o que poderia forçar os recém-chegados a enfrentar a deportação se forem condenados.

 

 

De acordo com o  The Cannabis Act, os canadenses podem enfrentar até 14 anos de prisão pela venda e produção ilegal de maconha, por levá-la através da fronteira e por vender a menores de idade.

De acordo com a The Star, as penas de condução relacionadas com a cannabis e impaired driving podem levar ao seguinte:

 

  • Os residentes permanentes podem ser forçados a deixar o país e perder seu status de residente.

 

  • Os visitantes, estudantes internacionais e trabalhadores estrangeiros no Canadá podem não ser capazes de permanecer no Canadá, e podem não ser autorizados a entrar novamente se forem condenados por um crime similar em outro país.

 

  • Os refugiados podem não ter suas reivindicações validadas ou ser encaminhados para uma audiência se forem ou tiverem sido condenados.

 

  • A polícia canadense também está reprimindo impaired driving nas estradas. Os policiais agora têm o direito de exigir uma amostra de sangue na beira da estrada se suspeitarem que um motorista está sob influência de drogas ao volante.

 

De acordo com o governo do Canadá,  para testar a evidência de impaired driving, os policiais podem exigir o seguinte :

  • Teste do bafômetro na beira da estrada, em um dispositivo de triagem aprovado
  •  Fornecer uma amostra de fluido oral, na beira da estrada, em equipamentos aprovados de triagem de drogas.
  • Participar de testes de sobriedade de campo padronizado

 

Visitantes, estudantes internacionais e residentes permanentes poderiam ser expulsos do Canadá sob as novas leis.

 

Leia a notícia original aqui

 

Fale com a MJ Consultoria: contato@mjconsultoria.com.br

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *