Novas regras para a Cidadania Canadense entram em vigor

 

No início deste ano, foi introduzida a nova legislação para tornar o processo de cidadania canadense mais simples e rápido.

E na manhã desta quarta-feira, o Governo do Canadá anunciou um marco significativo na implementação dessas mudanças na Lei de Cidadania através da adoção do projeto de lei C-6.

 

De acordo com a nova lei, os imigrantes só precisam viver no Canadá por 1.095 dias, dentro de um período de cinco anos, para serem elegíveis para a cidadania. Outra mudança agora permite que os residentes permanentes contem até 365 dias do seu status temporário anterior em relação ao requisito de residência para a cidadania.

Além disso, a idade exigida para atender aos requisitos de conhecimento e linguagem para a cidadania foi encolhida para entre 18 e 54 anos, enquanto anteriormente tinha entre 14 e 64 anos.

O último conjunto de alterações ao projeto de lei também inclui alinhar o número de anos que os candidatos precisam arquivar impostos de renda canadenses (se necessário para fazê-lo de acordo com a Lei do imposto sobre o rendimento) a três em cinco anos, para corresponder às mudanças nos requisitos de presença física .

Todas as mudanças, com maior flexibilidade para os candidatos, entram em vigor em 11 de outubro de 2017.

“Um dos pilares mais fortes para a integração bem-sucedida na vida canadense é alcançar a cidadania canadense e se tornar parte da família canadense”, disse Ahmed Hussen, Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania, em um comunicado. “O governo encoraja todos os imigrantes a seguir o caminho para a cidadania e tirar proveito de tudo o que um canadense tem para oferecer”.

 

 

– Ahmed Hussen (@AhmedDHussen) 4 de outubro de 2017

 

O governo federal aconselha os candidatos  que atendem os novos requisitos para aguardar até 11 de outubro antes de se candidatarem ao processo de cidadania.

Espera-se que outras mudanças ocorram em 2017 e 2018, o que incluirá o fortalecimento do processo de revogação da cidadania para que o Tribunal Federal seja o tomador de decisão na maioria dos casos e dê autoridade clara ao abrigo da Lei de Cidadania para que os oficiais de cidadania aproveitem fraudulentos ou suspeita de documentos fraudulentos.

 

 

Confira mais detalhes no comunicado Oficinal AQUI

 

Quer saber mais sobre como iniciar o seu processo de cidadania ou ir para o Canadá? Fale com a MJ Consultoria

contato@mjconsultoria.com.br