As prioridades do novo ministro da Imigração do Canadá a partir de agora

 

 

A Quarta-feira, 01 de fevereiro foi difícil para o governo liberal. O primeiro-ministro Justin Trudeau passou a enfrentar duras críticas após decidir quebrar a sua promessa de reforma eleitoral.

 

Tudo começou com uma carta de mandato que o Governo Federal tornou pública e que foi dirigida a novo ministra das instituições democráticas, Karina Gould.

 

Outras cartas dirigidas aos novos membros de seu gabinete envolve o ministro da Imigração, Ahmed Hussen , e as políticas imigratórias que devem ser aplicadas nos próximos meses.

 

“Como ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania, o objetivo global permanecerá em acolher aqueles que querem  contribuir para o sucesso do nosso país, ” diz o documento. ” Os canadenses são abertos, tolerantes e generosos.  Qualidades que devem reflectir as políticas de imigração do Canadá e nossa abordagem para aqueles que procuram refúgio do conflito e da guerra.”

 

Políticas que vem por ai

 

Dos pontos mais importantes destacados no mandato que o novo ministro da imigração Hussen terá que cumprir,  consta em  ” continuar a trabalhar com o Ministério da Justiça e o Ministério da Segurança Pública para preparar a adopção de Bill C-6 , que anula as disposições na Lei de cidadania que da ao governo o direito de revogar a cidadania daquele que possuem dupla nacionalidade.

 

Entre outros pontos, ele destacou o trabalho na política de vistos, incluindo os vistos de trânsito para “promover o crescimento económico.”

 

Entre os objetivos a cumprir, o novo ministro da imigração terá que trabalhar pela melhoria do sistema de trabalhadores temporários, e desenvolver maneiras mais fáceis do candidato poder obter a residência permanente se assim quiser.

 

Refugiados

 

 

Sobre a questão dos refugiados, o mandato de Justin Trudeau deu ao novo ministro a responsabilidade de incluir  a integração dos 39.000 refugiados sírios que chegaram ao país entre dezembro de 2015 e janeiro de 2017. Isto incluirá trabalhar na transição do emprego e levar em conta as diferenças de cada província e território.

 

O ministro Hussen irá trabalhar também para reduzir os tempos de espera no processamento de pedidos relativos a todos os programas de imigração e de “melhorar a eficiência do sistema, inclusive o sistema de asilo”

 

 

Fonte: http://nmnoticias.ca/179949/carta-mandato-ministro-inmigracion-canada-ahmed-hussen-ciudadania/

 

Fale com a MJ Consultoria: contato@mjconsultoria.com.br