Quanto ganham os imigrantes no Canadá?

 

O processo de imigração canadense pode ser complicado para muitas pessoas. Já o processo de integração no mercado de trabalho pode ser tão ou mais complexo .

Em dezembro passado, a Direção-Geral de Estatísticas do Canadá apresentou os números mais recentes sobre o rendimento médio dos imigrantes, dependendo de quanto tempo eles estão no país.

A situação não mudou muito nos últimos anos, e as tendências ao longo do tempo ainda são mantidas, como revelam as cifras do StatCan .

Em 2014, o rendimento médio dos imigrantes por ano no país foi de $ 22.000 . Em comparação a 2011 esse número foi de $ 21.000.

 

De acordo com o conceito utilizado pelo instituto, isto significa que até 2014 metade dos imigrantes ganharam mais de $ 22.000, enquanto a outra metade gerou receitas abaixo desse valor.

O tempo é o fator que tem mais impacto sobre os ganhos dos imigrantes. A agência federal analisou o progresso do rendimento declarado pelos imigrantes ao longo de vários períodos: Pessoas que entraram no país em 2004 declararam em média, um ano mais tarde, ganhando $ 16.800. O mesmo grupo declararam uma média  $ 26.000 em 2009 e  $ 33.000 em 2014, uma década após a sua chegada no país.

 

Diferentes Perfis

 

StatCan observa que existe também uma diferença quando se observa o tipo de categoria pela qual a pessoa chegou no país . Neste sentido, os que mais se destacaram foram os  imigrantes que obtiveram residência permanente através do programa de Experiência Canadense .

Nesta categoria, os imigrantes que foram admitidos entre 2009 e 2014, informaram uma renda média de $ 50.000 no ano de 2014.

Entre os trabalhadores qualificados que chegaram entre 2009 e 2014, a renda média foi de $ 32.000  no ano fiscal de 2014.

No outro extremo, os admitidos através de refúgio registrados rendimentos mais baixos. Tomando como referência os refugiados que chegaram em  2004, um ano depois de entrar no Canadá havia declarado uma média de $ 14,700. Uma década depois, esse número tinha atingido  $ 24.000.

 

O estudo da Direção-Geral de Estatística do Canadá mostra que esse valor médio para os imigrantes pode parecer baixo, mas é influenciada pelas diferenças entre o candidato principal para um programa de imigração e seus dependentes, muitos dos quais não integram o mercado de trabalho de modo imediato.

Para referência, em 2014 em todo o Canadá o rendimento médio por pessoa foi de $ 32.800 .

 

 

As províncias que mais conservam seus imigrantes

 

O relatório StatCan incluiu uma seção especial para realçar a taxa de retenção de imigrantes nas diferentes províncias do país.
Isso se fez medindo-se a província em que se fez a declaração de impostos de 2014 para os imigrantes e se era a mesma três anos antes, quando  se chegou ao país.

 

87% dos imigrantes em todo o país permaneceram na mesma província, três anos depois, mas as diferenças são marcadas em cada província.

Alberta e Ontário são melhores províncias em reter imigrantes.  92 e 91%, respectivamente, permaneceram lá por três anos após a sua chegada.

Por outro lado, as províncias do Atlântico possuem a menor taxa de retenção, com 53%.

No resto do país a tendência é estável e consistente do que a média nacional: British Columbia (88%), Saskatchewan(84%), Quebec (83%) e de Manitoba (82%).

 

 

Confira mais detalhes da pesquisa oficial no site do Statistics Canadá: http://www.statcan.gc.ca/daily-quotidien/161212/dq161212b-eng.htm

 

Fonte: http://nmnoticias.ca/180046/estadisticas-ingresos-promedios-inmigrantes-canada/

 

Fale com a MJ Consultoria: contato@mjconsultoria.com.br

 

 

Rolar para cima